Blog

Aranha Armadeira: Tudo o que você precisa saber!

Aranha Armadeira: Tudo o que você precisa saber!

Conheça as principais características da aranha armadeira, seus modos de ataques e a ação de seu veneno.

Conhecida por ser uma das espécies mais venenosas do mundo, a aranha armadeira pertence ao filo arthropoda, conjunto de artrópodes, animais invertebrados que possuem vários pares de apêndices articulados (mecanismos bucais e antenas) e um exoesqueleto, revestimento externo que protege os órgãos internos e fortalece os músculos do animal.
De hábitos noturnos, a aranha armadeira se esconde durante o dia em lugares escuros e úmidos como buracos, embaixo de madeiras, pedras, copa de árvores, áreas urbanas e principalmente, folhas de bananeira.
Neste artigo, abordamos as principais características, reprodução, hábitos, ataque, ações e sintomas do veneno e ainda, curiosidades sobre a aranha armadeira. Acompanhe e fique por dentro!

Características da Aranha Armadeira

O aracnídeo é caracterizado pela fileira de olhos dispostas em 2-4-2, um abdômen com faixas claras e o resto da estrutura corporal de coloração cinza e marrom, revestida com pelos aderentes e curtos.
A diferenciação entre a aranha armadeira fêmea é o ventre negro e do macho, costuma ser amarelado ou alaranjado. As pernas contém espinhos escuros mesclados com pontos brancos.
Seu nome é referência a reação defensiva do animal em posição ereta, onde as pernas dianteiras são elevadas com movimentos laterais para enfrentar e atingir a vítima com seu veneno tóxico. O mais interessante é que, quando a aranha se sente ameaçada e sem opção de fuga, ela não recua.
Essa espécie de aranha pode chegar de 4 a 5 cm e suas pernas a 17 cm de curvatura, com as patas abertas em situação de ataque.

Reprodução e Hábitos da Aranha Armadeira

Os meses de maio e abril é o período em que as aranhas ficam mais ativas para o acasalamento e sua reprodução. As armadeiras são ovíparas, ou seja, o embrião se desenvolve dentro de um ovo sem um ambiente externo, sem vínculo direto com a mãe.
Por serem maiores que os machos, as aranhas fêmeas realizam a dança do acasalamento para atraí-los. Acredita-se que uma única fêmea pode colocar até mil ovos e o tempo de vida máximo para a aranha armadeira, fica em torno de um a dois anos.
Como hábito alimentar, as aranhas se sustentam por meio de pequenos anfíbios, diversos insetos e artrópodes.

Como ocorre o Ataque da Aranha?

Ao contrário do que aparenta ser comum, a forma de captura da aranha armadeira é diferente. Elas não montam teias para aprisionar suas presas. A vítima é imobilizada devido a ação direta do veneno, que age de maneira muito severa no organismo humano ou animal.
Normalmente, os acidentes com as armadeiras ocorrem em ambientes domésticos. Durante a noite, a aranha busca se esconder em toalhas, no meio de roupas, gavetas, embaixo dos móveis, dentro dos sapatos e atrás de cortinas, por exemplo.
Sendo assim, ao ter contato com objetos em que a aranha escolheu como esconderijo, o homem é surpreendido pela presença do animal.
Vale lembrar que, trabalhadores rurais ficam vulneráveis ao ataque da aranha armadeira ao coletar cachos de bananas. Eles se tornam possíveis vítimas do animal ao carregar os cachos nas costas e consequentemente, levar uma picada indesejada e muito dolorosa.
Em todo o Brasil, as regiões Sul e Sudeste são as que mais sofrem com os ataques das armadeiras, que perdem apenas para as aranhas marrons.

Ações e Sintomas do Veneno da Aranha Armadeira

O veneno é gerado por uma toxina que se espalha rapidamente pelo corpo, causando dores intensas no local da picada, que apresenta vermelhidão e dormência de imediato.
Além disso, o veneno pode levar a vítima ao estado de choque em razão de sua ação neurotóxica. Segundo pesquisas, estima-se que apenas 0,006 mg de veneno da aranha armadeira é o bastante para matar um rato.
A picada da aranha pode levar ao óbito quando se trata de crianças, uma vez que, já houveram casos de morte por asfixia e em idosos, devido ao aumento dos batimentos cardíacos.

Sintomas do Veneno

Os mais comuns são: febre, suor, dor no local da picada, pulso rápido, hipertensão arterial, descontrole dos batimentos cardíacos, problemas respiratórios e agitação psicomotora.
Em casos mais graves, como em crianças, é possível identificar sintomas como: vômitos frequentes, sudorese generalizada, diarreia, enrijecimento muscular e salivação carregada.
Em casos de acidentes, é muito importante encaminhar a vítima com urgência máxima aos serviços médicos para interromper a ação do veneno do animal e fazer o uso de soro antiaracnídeo como tratamento.
No combate de dores intensas, podem ser utilizados sedativos e analgésicos.

Você sabia?

  • Do gênero Phoneutria, a aranha armadeira é brasileira e possui linhagem originária da América do Sul, onde é possível ser exportada de maneira acidental para a Europa e América do Norte por meio do transporte de cargas de banana;
  • Estudos mostram que as toxinas do veneno podem ser manipuladas como um analgésico mais forte do que morfina e outros medicamentos.

Proteja seu ambiente e evite o contato com a aranha armadeira.

Ler 873 vezes Última modificação em Terça, 14 Maio 2019 16:08
Avalie este item
(2 votos)

Bye Insect
A Bye Insect Controladora de Pragas é reconhecida pela sua competência em busca de resultados positivos, comprometimento com serviços de excelência e profissionais altamente capacitados, promovendo assim a garantia na qualidade de seus serviços prestados.