Blog

Saiba as Principais Características, Causas e a Prevenção do Aparecimento dos Escorpiões

Saiba as Principais Características, Causas e a Prevenção do Aparecimento dos Escorpiões

Os escorpiões são invertebrados artrópodes da classe dos aracnídeos, que corresponde cerca de 2 mil espécies no mundo e 130 no Brasil, nos quais apenas quatro integram o grupo de ataques aos humanos.
As espécies responsáveis pelos ataques no país são o escorpião-amarelo (Tityus serrulatus), escorpião-do-nordeste (Tityus stigmurus), escorpião-preto (Tityus bahiensis) e escorpião-grande (Tityus obscurus).
De acordo com o Ministério da Saúde, entre 2000 e 2016 o número de vítimas de picadas de escorpiões subiu 628,8%, ultrapassando 12.552 dos casos para 91.485. Já a quantidade de mortes cresceu 853,8%, aumentando de 13 para 124 a ocorrências em crianças ou idosos.
Entenda as principais características desse tipo de praga urbana e como prevenir e combater os tão temidos escorpiões. Confira!

Situações que Favorecem o Aparecimento de Escorpiões

Este tipo de praga urbana de 10 e 12cm, costuma invadir residências para encontrar alimento e abrigo durante a noite em lugares escuros e úmidos como frestas, entulhos, gavetas de roupas, ralos e forros.
Além disso, os esconderijos dos escorpiões podem ser identificados em locais pouco vigiados, como atrás de estantes ou móveis, dentro de calçados e até mesmo sob um pano úmido.
Geralmente, as vítimas não percebem a presença de um escorpião entre os mais diversos esconderijos que o animal se instala e por azar, acaba pisando ou tocando-o com a mão. Isso faz com que o animal reaja e pique o indivíduo, ativando seu instinto de defesa.
Ao atingir a vítima, o escorpião libera um veneno neurotóxico que age no sistema nervoso, provocando muita dor no local da picada sendo possível se espalhar pelo resto do corpo.

Os níveis dos sintomas podem ser categorizados em:
  • Leve - formigamento, dor local suportável e queimação;
  • Moderado - náuseas, dores intensas, respiração acelerada e taquicardia;
  • Grave - convulsão, edema pulmonar e insuficiência cardíaca.

Após a picada, recomenda-se lavar o local com água e evitar torniquetes e aplicação de sucção no ferimento. O atendimento imediato é fundamental para que o veneno não agrave ainda mais a saúde da vítima.

.

Causas da Adaptação dos Escorpiões em Ambientes Urbanos

O aumento descontrolado de escorpiões no ambiente urbano se dá ao desmatamento em consequência da expansão das cidades e o acúmulo de lixos. Nessas condições, os escorpiões encontram facilidade em capturar suas presas, como as baratas, por exemplo, e reproduzir sua espécie.
Com a habilidade de permanecer longos períodos sem se alimentar, os escorpiões são capazes de ficar escondidos de dois a três meses sem se movimentar. O que interfere diretamente nas aplicações de produtos químicos para o combate e prevenção da praga.

A Importância da Prevenção e Combate aos Escorpiões

Para evitar o aparecimento e o contato indesejado com os escorpiões, é fundamental seguir algumas práticas simples de prevenção e combate à praga urbana em residências, edifícios e espaços comerciais.
Como medidas preventivas, é recomendado manter o lixo armazenado e fechado e vedar ralos e frestas. E ainda, afastar as camas das paredes de modo que as roupas de cama e cobertas não encostem no chão para os escorpiões não subam por elas e se escondam.

Ler 153 vezes Última modificação em Quinta, 28 Fevereiro 2019 16:42
Avalie este item
(0 votos)

Bye Insect
A Bye Insect Controladora de Pragas é reconhecida pela sua competência em busca de resultados positivos, comprometimento com serviços de excelência e profissionais altamente capacitados, promovendo assim a garantia na qualidade de seus serviços prestados.