R. Sheila Melo Sobral, 90 - Alvarenga, São Bernardo do Campo - SP, 09854-540
Ligue Agora! (11) 9 4207-8448

Mesmo objetivo, sistemática diferente- Entenda como a Sanitização e Desinfecção atuam no processo de higienização dos ambientes  

Commercial Disinfecting Services | SPS Mechanical Inc.

Quando falamos sobre o processo de higienização dos ambientes, dois termos acabam sendo comumente associados e muitas vezes confundidos: a sanitização e desinfecção. 

Mas essas expressões têm significados muito diferentes e cada uma delas tem duas indicações, de acordo com as recomendações e exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). 

Por isso que hoje iremos explicar com detalhes a diferença entre sanitização e desinfecção. Vamos lá? 

Qual a diferença entre Sanitização e Desinfecção? 

Como citamos anteriormente, os processos de sanitização e desinfecção possuem diferenças. Embora o objetivo seja o mesmo: reduzir microrganismos presentes nos ambientes. 

Então podemos entender como sanitização, o método de redução de agentes infecciosos e críticos em níveis considerados seguros para a saúde pública. 

O foco não se limita apenas em deixar o ambiente limpo, mas se estende em garantir a biossegurança, qualidade e segurança com base nos parâmetros legais. 

Curiosamente, a sanitização mostra-se mais apropriada à indústria de alimentos. A prática envolve o uso de sanitizantes e desinfetantes específicos para aniquilar a carga microbiana.  

Sendo assim, este processo demanda conhecimento às diferentes regras de execução. 

Já a desinfecção consiste no procedimento aplicado na eliminação de microrganismos, bactérias e vírus (exceto esporos bacterianos). 

Ao desinfectar, você deixará ambientes e superfícies livres da presença de patógenos. 

Afinal, qual processo é eficaz? Os dois atuam de forma imprescindível para amenizar os riscos causados por agentes infecciosos, bactérias e fungos. 

Por outro lado, a principal diferença entre sanitização e desinfecção é o tipo de produto químico utilizado e o tempo de aplicação. 

E a limpeza? 

Bom, por se tratar do processo mais comum de todos, a limpeza faz a remoção das sujidades visíveis e matéria orgânica. Além disso, é eficaz na eliminação de detritos e microrganismos. 

Sua aplicação apresenta maior facilidade, por isso é tão aplicada em qualquer ambiente. Seja de trabalho, residencial ou hospitalar. 

A limpeza serve de base para os processos de sanitização e desinfecção. 

Saiba como atingir a eficácia da Sanitização e Desinfecção 

Inicialmente é necessário manipular os produtos certos com compostos químicos que atuam em tempos de contato especificado para assegurar a sanitização e desinfecção. 

Você deve estar se perguntando como fazer isso… a gente te explica! 

Os parâmetros de utilização são descritos no rótulo do produto e devem ser seguidos estritamente para se obter o controle desejado. Torna-se indispensável a aplicação de produtos regularizados de acordo com as diretrizes da ANVISA. 

Sendo assim, a eficácia de um produto químico para sanitização e desinfecção baseia-se na sua capacidade de reduzir consideravelmente o nível de contaminação. 

Enquanto os sanitizantes atuam em aproximadamente 30 segundos para remover a vida microbiana de superfícies, os desinfetantes levam em torno de 10 minutos para agir.  

O nível de limpeza das superfícies é o que vai determinar o êxito da higienização. Geralmente, a desinfecção é feita em superfícies livres de matéria orgânica e resíduos de limpeza. 

Tendo como ordem de eventos a seguinte recomendação: enxaguar, lavar, enxaguar e sanitizar. 

Produtos químicos para a Sanitização e Desinfecção 

Alguns exemplos de princípios ativos destas substâncias são:  

Hipoclorito- trata-se de um oxidante forte que matam os microrganismos, danificando sua membrana externa para que haja a perda de controle da permeabilidade e cause a vulnerabilidade celular. Os hipocloritos podem ainda destroem o DNA a partir da inibição de enzimas celulares; 

Ácido peracético (PAA)- provoca a ruptura de ligações químicas dentro da membrana celular. Além de remover biofilmes e ser mais ativo que os hipocloritos; 

Iodóforos (compostos de iodo)- estes compostos ligam-se aos radicais sulfúricos de proteínas como a cisteína para causar a inativação e danos à parede celular. 

Dióxido de cloro- esse tipo de oxidante reage com as proteínas e ácidos graxos dentro da membrana celular, resultando em perda de controle de permeabilidade e interrupção da síntese de proteínas. 

Compostos de Quaternário de Amônia (QACs)- são componentes químicos complexos que bloqueiam a absorção de nutrientes para a célula microbiana e impede a descarga de resíduos. 

Contudo, para que se garantir a plena higienização é essencial prestar atenção aos cuidados diante tantas opções disponíveis no mercado. Além disso, nem sempre o baixo custo é o mais vantajoso. 

Mas quais ambientes devem ser limpos, sanitizados ou desinfectados? 

É importante deixar claro que existem muitos fatores que interferem na eficácia destes métodos. Alguns pontos devem ser levados em consideração para definir qual o melhor procedimento para cada ambiente. 

Isso envolve diretamente o número de pessoas que frequentam esse espaço, qual a finalidade do processo e o modo de prevenção exigido. 

Os hospitais, clínicas e laboratórios, por exemplo, devem ser desinfetados. Uma vez que o risco de patógenos é muito elevado. 

Já indústrias alimentícias, restaurantes e escritórios, precisam da sanitização para fazer o tratamento adequado. 

Cuidado especial com a Desinfecção 

Embora a desinfecção apresente maior nível de proteção, não se deve ser praticada em qualquer ambiente. Sabe por quê? 

Os produtos específicos representam maiores riscos para a saúde humana se forem concentrados de forma totalmente errada, sem o cuidado adequado.  

Sem contar que se utilizados em ambientes que não necessitam deste tratamento, poderá surtir justamente o efeito contrário no qual os microrganismos tornam-se mais resistentes. 

Cuide do ambiente, proteja-o contra a ação de vírus e bactérias com a sanitização e desinfecção. Mas lembre-se: solicite ajuda de um especialista para que tudo ocorra de forma adequada e segura! 

0 0 vote
Article Rating
Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Open chat
Olá, em que posso ajudar?